O projeto

Share This:

-> Inscrições prorrogadas até 25/05. Saiba mais AQUI.

.

11ª EDIÇÃO – PRÊMIO DIÁRIO CONTEMPORÂNEO DE FOTOGRAFIA- 2020

           O Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia inicia, em 2020, um novo de ciclo após dez anos de trajetória. Com a 11ª edição, o projeto propõe atividades mais compartilhadas no que se refere às experiências curatoriais e à programação de palestras, cursos, conversas com artistas, conferências e oficinas. Todos os prêmios desta edição serão concedidos sob a forma de residências artísticas com o intuito de fomentar a experiência do processo criativo e o engajamento do artista na conceituação de seus trabalhos. Para a mostra principal de 2020, teremos como curadora convidada Rosely Nakagawa, profissional atuante na arte fotográfica do país e uma forte colaboradora da produção desenvolvida no Pará.

            Com o tema Vastas emoções e pensamentos imperfeitos, uma referência direta ao título do romance de Rubem Fonseca, o objetivo é abrir espaço para estratégias diversas em que as linguagens ficcionais sejam um meio de interpretar as experiências concretas. Os artistas poderão enviar ao prêmio propostas em fotografia, vídeo, instalações, projeções e trabalhos que misturam suportes. Aberto a todos os brasileiros ou residentes no País, o Diário Contemporâneo de Fotografia é realizado em dois museus públicos: Museu de Arte Contemporânea Casa das Onze Janelas, com a mostra principal, e Museu da Universidade Federal do Pará que abrigará a mostra individual do artista convidado atuante no Pará e mostra especial.

       O programa educativo do projeto planeja ações nos espaços museológicos pensadas para diferentes faixas etárias do público escolar, otimizando a experiência dos alunos durante a visita à exposição. Uma equipe interdisciplinar de mediadores, especialmente preparada para atender as singularidades de cada grupo, cria condições para novas experiências estéticas, novos olhares sobre as obras, sobre arte e sobre a educação em museus. Em momentos pontuais, a ação educativa do projeto ultrapassa os limites dos espaços museológicos e leva o museu para as comunidades localizadas em bairros periféricos da cidade, dando continuidade ao trabalho de compreensão e leitura das obras.

      Como parte do novo ciclo do projeto, o Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia irá constituir uma comissão científica no intuito de conceber, idealizar e coordenar atividades de formação por meio de seminários temáticos ou encontros com pesquisadores e artistas nos mais diversos formatos como mesas redondas, rodas de conversa, palestras e conferências. O objetivo é conhecer pesquisas recentes e fomentar o debate sobre fotografia e arte contemporânea brasileira em diálogo com os processos culturais, filosóficos e políticos.

Vida longa ao novo ciclo do Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia!